O subsolo e o piso térreo.

Neste workshop onde a proposta era repensar todo o espaço físico da Escola da Cidade, o grupo identificou dois problemas principais, a salubridade do subsolo e a inadequação do edifício para o uso de ciclistas, os quais trabalhamos propondo refazer todo o subsolo e o piso térreo.

No subsolo, a principal questão a se trabalhar foi a falta de ventilação e iluminação natural, além de fluxos mal resolvidos, onde propomos grandes recortes na laje do térreo para trazer luz e vento abundantes. O novo programa do subsolo se estruturou a partir do vestiário para uso de todo o público da escola, além de atender a demanda dos ciclistas. A marcenaria também foi toda repensada, tornando seu uso mais aberto ao corpo estudantil junto com um espaço para maquetaria voltado para uma arquibancada que faz a ligação do térreo com o subsolo.

No térreo, optamos por retirar a sala de reuniões e diminuir a sala da diretoria para alocar um bicicletário voltado para a rua e um grande espaço de exposição, que agora ocupa quase todo o piso. A sala da diretoria foi diminuída, porém mantida no mesmo local, agora voltada para a arquibancada que é o grande elemento integrador do projeto, pois identificamos como positiva a proximidade diretoria-alunos, presente no atual projeto.

 

 

Isabela Fernandes De Castilho Moraes

Julia Ciantelli Daher

Stephanie Rieth De Lima

Julia Godinho Vaz

Nicholas Jungblut Knutsson

Rogério Macedo De Araújo

Eduardo Santos Dantas

Giulio Michelino

Mably Rocha Jesus Sanchez

Isabella Da Fonseca Teixeira

Beatriz Vaz De Castro

 

Professores: Camila Toledo, José Maria Macedo e Joaquim Gak

©2017 KLEO Template a premium and multipurpose theme from Seventh Queen

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?