Compatibilização dos projetos complementares

Após reuniões coletivas e interdisciplinares entre os diferentes projetistas para discutir o partido universal do projeto, cada disciplina busca atender as questões específicas de sua área através de seu conhecimento técnico particular. A arquitetura adquire então um papel importante de coordenação na compatibilização dos projetos complementares. Com uma perspectiva generalista, e com um conhecimento abrangente sobre o projeto, o arquiteto tem a função de receber os diferentes desenhos e verificar se não há incompatibilidade entre eles, ou seja, se todos estão em concordância espacial, estética e funcional e se estão em sinergia em seu conjunto.

Nos desenhos abaixo da Implantação Inicial do Sesc Campo Limpo, a arquitetura uniu os desenhos em um único arquivo e a partir de então organizou a compatibilização em três conjuntos para enviar os comentários aos diferentes projetistas: instalações, infra-estrutura espacial e implantação.

©2017 KLEO Template a premium and multipurpose theme from Seventh Queen

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?